quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

DECISÃO: Netflix deve prestar esclarecimento na Câmara sobre filme da Porta dos Fundos.


A Netflix deverá prestar esclarecimentos na Câmara sobre o filme “A Primeira Tentação de Cristo”, produção especial de Natal do grupo de humor Porta dos Fundos. A decisão aconteceu nesta terça-feira (17), pela Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara.

O  requerimento aprovado é de autoria do deputado Julio Cesar (Republicanos-DF). De acordo com o deputado, o requerimento se baseia no artigo 208 do Código Penal para caracterizar a produção como vilipêndio. O trecho determina que quem “vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso” poderá ser detido de 1 mês a 1 ano, ou ser submetido ao pagamento de multa. Ainda de acordo com o deputado, o filme é “uma verdadeira afronta aos valores cristãos“.

O filme transmitido encena o retorno de Jesus dos 40 dias no deserto de forma humorística, e retrata uma relação amorosa entre Jesus e Satanás. No filme, Deus, Maria e José formam 1 triângulo amoroso.

Um comentário:

  1. Esse filme e uma falta de vergonha, esse povo deveria ter mais respeito com Jesus.

    ResponderExcluir