Clique e veja agora

FAÇA SUA PESQUISA

20/08/2019

ATENÇÃO: Radares de velocidade na BR-230 na Paraíba começam a multar, diz Dnit.

Lombadas eletrônicas começam a emitir multas — Foto: Walter Paparazzo/G1Adicionar legenda
Os radares eletrônicos na rodovia federal BR-230 na Paraíba começam a emitir multas a partir desta terça-feira (20). De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), por meio da Superintendência Regional da Paraíba, são 15 equipamentos de controle de velocidade que vão voltar começar a emitir autuação.

Ainda de acordo com o Dnit, os equipamentos estão dentro do acordo judicial feitos a partir da ação popular nº 1008898-38.2019.4.01.3400 e da ação civil pública nº 1016152-62.2019.4.01.3400. “Por fim, para segurança de todos os usuários das rodovias, a autarquia orienta que os condutores respeitem os limites de velocidade indicados”, explicou em nota o órgão.


Radares que começam a multar
KMMunicípio
11,3Cabedelo
12Cabedelo
12,2Cabedelo
13,7Cabedelo
14,1Cabedelo
17João Pessoa
17,5João Pessoa
291Santa Luzia
291,5Santa Luzia
293,7Santa Luzia
313,4São Mamede
337,3Patos
338,1Patos
338,4Patos
339,2Patos

Em maio deste ano, o Dnit informou que pelo menos 10 radares instalados na rodovia no perímetro urbano da Região Metropolitana de João Pessoa estavam registrando a velocidade, mas não estavam multando. A razão era a conclusão de estudos técnicos e a autorização do Ministério da Infraestrutura para que multas pudessem ser emitidas.

Em julho, apenas 35 equipamentos estavam operando nas rodovias da Paraíba. A previsão do Dnit na Paraíba era de que 181 equipamentos fossem instalados até o fim deste ano, porém, isso agora depende as decisões do Dnit e Ministério da Integração.

Multas

Para quem dirigir até 20% mais rápido do que é permitido: R$ 130 (média)

Velocidade entre 20% e 50% acima da a velocidade máxima da pista: R$ 195 (grave)

Velocidade 50% superior ao permitido: R$ 880 (gravíssima) + 7 pontos na carteira + suspensão imediata do direito de dirigir + apreensão do documento de habilitação.

Fonte: G1 Paraíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário