Teste Menu 7

Clique e veja esse anúncio!

sexta-feira, 26 de julho de 2019

PARAÍBAS: Parlamentares protocolam ação contra Bolsonaro no MPF por racismo.

Bolsonaro teria feito manifestação racista tendo como alvo os cidadãos nordestinos (Foto: Arquivo)
Um grupo de 11 deputados e senadores da oposição protocolou, nesta quinta-feira, 25, uma representação no Ministério Público Federal (MPF) para que sejam apurados eventuais crimes cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro durante o café da manhã com jornalistas estrangeiros, na sexta-feira 19, quando ele chamou os governadores do Nordeste de “paraíbas”.


Os parlamentares pedem a investigação da prática do ato de improbidade administrativa, por violação de princípios constitucionais da Administração Pública, como a impessoalidade e a moralidade, assim como dano moral coletivo, causado pelos atos de racismo e ameaça de perseguição interfederativa. A intenção de protocolar a notícia-crime contra Bolsonaro, idealizada pelo presidente do PCdoB do Maranhão, deputado federal Márcio Jerry, foi antecipada por VEJA.

De acordo com o texto, a manifestação racista, que teve como alvo os cidadãos nordestinos, feriu a ética, a moralidade pública, o decoro, o respeito aos direitos humanos, em nome de fins políticos ou ideológicos, e representa uma “inequívoca afronta ao tratamento isonômico” que deve ser destinado aos estados. No encontro com jornalistas, Bolsonaro disse ao ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que não era para “ter nada com esse cara”, em alusão ao governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

FONTE: Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário